Especialista recomenda cuidado ao abrir e-mails de remetentes desconhecidos

Nos últimos anos, abrir o e-mail diariamente passou a significar receber um bombardeio de mensagens indesejadas. Por não existir um padrão específico de destinatário, todos estão passíveis de receber desde correntes religiosas, passando por informações sobre projetos de lei desconhecidos, e chegando até mesmo a supostos prêmios ganhos pelo usuário da
conta. 

Tudo isso pode ser definido como “spam”. Os spams resultam de e-mails enviados em massa contando mensagens
não requisitadas, de qualquer tipo. Antigamente utilizado como meio veiculador de propaganda, hoje o spam pode trazer mais riscos que apenas receber mensagens publicitárias involuntariamente. 

O professor Rodrigo Veras, do departamento de Informática da Ufpi, alerta para os perigos de abrir um spam. “Às vezes, eles são apenas chatos, mas outras podem conter vírus e até servir de ferramentas para golpes”, explica. Segundo o professor, um hacker pode facilmente se aproveitar da ingenuidade de alguém e conseguir informações sigilosas, se passando por uma instituição ou por outra pessoa. 

Rodrigo fala que a consciência do usuário da rede é essencial, já que as ferramentas dos provedores de e-mail são avançadas, mas ainda não bloqueiam perfeitamente as ameaças. “Esta semana mesmo recebi um e-mail identificado como do meu banco, pedindo a atualização de um cadastro . Temos que saber identificar”.

As dicas mais simples são: sempre evitar abrir e-mails de remetentes desconhecidos; se abertos, nunca acessar anexos destas mensagens, especialmente se os arquivos anexados possuírem a extensão “exe”. “São arquivos executáveis. A possibilidade de se tratarem de vírus é bem mais alta”, explica Rodrigo. 

Para os usuários mais inexperientes, o professor indica o site do Comitê Gestor da Internet no Brasil (www.cgi.br). No sítio eletrônico, é possível encontrar cartilhas e orientações sobre como utilizar a internet de maneira segura. Dentre as páginas do CGI, pode-se encontrar um site que trata
exatamente deste assunto: www.antispam.br. 

Excesso de e-mails atrapalha mensagens importantes
Ultimamente, os usuários da internet tem adotado um comportamento bem mais receoso quanto à sua caixa de entrada de mensagens. A banalização dos e-mails, em grande parte causada pelas mensagens indesejadas, aumentou a desconfiança de quem é alvo do bombardeio eletrônico. 

Até ganhar uma maior repercussão em blogs, redes sociais e na TV, até mesmo o projeto Ficha Limpa – que foi colocado em votação graças a um abaixo-assinado, muitas vezes enviado por meio do correio eletrônico – enfrentou dificuldades em ser diferenciado dos e-mails considerados “sem utilidade”. 

Um e-mail que circula atualmente na rede fala de um projeto que pretende extinguir a taxa de assinatura para telefones fixos, tornando o custo para manter uma linha telefônica igual ao valor utilizado pelo usuário. O e-mail pede que a pessoa entre em contato com o Congresso Nacional, pelo telefone 0800-61 96 19, e manifeste sua vontade a respeito do projeto. A mensagem parece falsa, mas, surpreendentemente, o projeto existe e é de autoria do deputado federal Marcelo Teixeira (PMDB - CE). 

Deixe um comentário